Folia de 6 e o Movimento Surrealista

Folia de 6 e o Movimento Surrealista

Folia de 6 e o Movimento Surrealista

Descubra quais foram as inspirações da terceira edição do Folia de 6

O Folia de 6 foi criado em 2015 com o intuito de apresentar novos e promissores estilistas através de um concurso carnavalesco. Esta edição teve como mote principal o movimento surrealista, um dos mais importantes movimentos artísticos do século XX, onde a imaginação fluía solta e todas as amarras a realidade foram desatadas em favor da criatividade e liberdade de expressão.

Respeitando a diversidade entre os participantes, convidamos a participar desta edição os jovens estilistas Ariel Bretas, Eugênio Santos, Nour Koeder, Rodrigo Evangelista, Kaio Martins e Josephine Cho. Baseado no tema surrealista e nas festas dadas pela família Rothschild na década de 80, cada participante recebeu a tarefa de criar um look, já disponível para votação online através do instagram da @texprimalojaoficina, que será desfilado em um evento repleto de surpresas na Tex Prima Loja Oficina – LOF.

Após duas semanas de trabalho intenso, os seis estilistas apresentaram suas criações:

Ariel Bretas – Look: Féminité Surréaliste do Brasil

“Com o tema proposto, tivemos que tirar da caixa um look carnavalesco que nos representasse e fosse digno de uma festa surrealista. Pensando nisso, resolvi pegar algumas referências da vovó e do carnaval brasileiro, combinando o surrealismo com um pouco da minha própria essência. O objetivo foi criar algo tranquilo, elegante e fácil que pudesse ser usado em qualquer ocasião.

Eugênio Santos – Look: Aparecia

“O look traz a assimetria em formas e volumes para expressar a característica motriz do surrealismo que é expressão espontânea. Com o advento das redes sociais, a dualidade se instaura com seus novos códigos, onde o indivíduo passa a ser um @, e seu caráter vai de encontro com seus likes e sua ascensão social condiz com o número dos seus seguidores”.

Nour Koede – Look: REVIRAVOLTA

“Podeis abrigar seus corpos, mas não suas almas. Remove os teus véus, enxerga a guerra da criação, o fio de luz que gera a alegria, o gozo pela vida, do oriente ao ocidente”.

Rodrigo Evangelista – Look: URSARI

“O look foi inspirado na La Ursa, personagem marcante na minha memória dos carnavais nordestinos. Originada na Europa, a brincadeira da La Ursa surgiu entre ciganos que percorriam as cidades com seus animais acorrentados e dançavam em troca de MOEDAS.

A fantasia foi confeccionada a partir de retalhos, com a intenção de dar uma nova aparência a materiais muitas vezes descartados. E as perneiras foram feitas com os sacos de plástico que envolvem os rolos de tecidos.

A composição com materiais não comumente utilizados como indumentária, como mangueiras e tear de fios metálicos, assim como a cor prateada, dão à roupa um ar FUTURISTA conforme idealizado nas décadas de 60-70, remetendo a estética de BARBARELLA, além de valorizar o trabalho artesanal/manual por trás dessa brincadeira folclórica.

O resultado é uma criatura híbrida, onde o caçador e o urso se tornam um só”.

Kaio Martins – Look: Flux

“A construção do look foi desenvolvida através da observação de obras surrealistas com ênfase no efeito de derretimento presente nas obras de Dalí. Outras obras que serviram como inspiração são os trabalhos contemporâneos do holandês Bart Hess e do fotógrafo Jonathan Ducruix que abordam a deformação e ressignificação do corpo humano. Já o adorno da cabeça tem uma referência direta com os filmes si-fi como “O Quinto Elemento e “Alien vs Predador”.

Joshepine Cho – Look: Lapin

Lapin, lebre em francês, nasce de um sentimento ambíguo entre a pressa e movimentos orgânicos transmitidos pelas esculturas do surrealismo. A fantasia carnavalesca traz referências do ‘Surrealist ball’- onde os convidados festejavam o movimento artístico vestidos pelos belos suits atrás de máscaras e suntuosos adereços de cabeça. Lapin celebra o carnaval, a grande festa do ano, em ton sur ton de rosas, pregueados e amarrações de suas múltiplas longas orelhas por todo o traje.

O desfile e premiação do vencedor acontecem no dia 28.02 às 20:30 na Texprima Loja Oficina – LOF.

Deixe um comentário

* Necessário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados