GUIA TÊXTIL: TECIDO PLANO, MALHA E NÃO-TECIDO

GUIA TÊXTIL: TECIDO PLANO, MALHA E NÃO-TECIDO

GUIA TÊXTIL: TECIDO PLANO, MALHA E NÃO-TECIDO

Você sabe como é a formação dos tecidos? Ainda não? Então, dá uma olhada nesse guia têxtil que veio pra explicar, de maneira simples e descomplicada, as principais diferenças entre alguns tipos de tecidos. A gente veio te ajudar a entender um pouco mais sobre esse universo têxtil! Olha só:


TECIDO PLANO

Os tecidos planos são formados por dois conjuntos de fios em ângulo de 90º, a trama e o urdume. Essa primeira, tem um limite de tamanho, que varia de acordo com o tamanho do tear. A grande maioria dos tecidos planos de vestuário ficam entre 1,40m e 1,45m; mas podem chegar até 1,60m. Já o urdume, pode ter comprimentos que chegam a mais de 1.000m.

Os mais conhecidos dentro dessa classificação são: o crepe, o cetim e a sarja.



MALHAS

A malha surge do entrelaçamento de laçadas de um ou mais fios. Por não terem um ponto fixo de ligação - como o formado a 90 graus pela trama e o urdume no tecido plano - as malhas possuem a característica de serem elásticas e poderem se ajustar facilmente à pele. Os exemplos mais comuns de malha para vestuário são a meia malha - o tecido de camisetas - os tricôs, as meias, cuecas e calcinhas.




TECIDO NÃO TECIDO

Já os não-tecidos não possuem trama nem urdume. São formados por elementos fibrosos aglomerados e fixados com interferência mecânica, física ou química. São chamados assim, pois, mesmo não tendo uma formação de tecido e nem passando pelos processos de produção que os planos passam, como fiação e tecelagem, formam algo similar a estrutura de um tecido plano. O mais "famoso" dos não-tecidos é o TNT, usado para as mais diversas coisas, desde artesanato até forros.

Deixe um comentário

* Necessário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados